Por Fora
das Pistas

Acontece

Álvaro de Miranda ; foto:©Samuel Chaves/S4 PHOTOPRESS

6 de setembro de 2018

Doda Miranda lança disputa por equipes inédita com R$ 2 milhões em prêmios

Na quinta-feira, 6/9, às 12h00, o medalhista olímpico Doda Miranda convida para coletiva de imprensa de lançamento do Extreme Team’s Challenge – uma inédita disputa por equipes no Brasil com nove etapas na temporada 2019 e R$ 2 milhões em premiação.(XTC). À noite, às 18h00, haverá um coquetel para cavaleiros e amazonas e público.

Idealizado por Doda Miranda, e pelo medalhista pan-americano Marcello Artiaga, o XTC contará com 8 etapas e um Playoff, que serão realizados, de abril a dezembro, em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Campinas (SP). Além do fomento ao esporte e da valorização dos principais cavaleiros, amazonas e cavalos, o XTC vai desenvolver ações de Responsabilidade Social e destinar um parte da renda arrecadada para as atividades relacionadas à Equoterapia dos clubes e haras que sediam a competição. A premiação total estimada do XTC 2019 é de R$ 2 milhões. O prêmio será destinado aos donos das equipes.

“O Extreme Team’s Challenge garante um espaço importante para que os novos talentos possam competir lado a lado com as grandes estrelas do hipismo brasileiro, incentivando a exposição dos jovens atletas a competições por equipes. Assim, estes jovens e promissores cavaleiros/amazonas das categorias de alto rendimento da modalidade Saltos de Obstáculos poderão se beneficiar da experiência e do conhecimento dos melhores da modalidade em atividade no Brasil”, diz Doda, que estará presente no Clube Hípico de Santo Amaro até domingo, 9/9.

“O conceito Pro-Am do Extreme Team’s Challenge permite juntar em uma mesma equipe cavaleiros profissionais, alguns com larga experiência internacional e vitórias em Jogos Panamericanos e Olímpicos, com jovens das categorias de base, que no futuro certamente representarão o Brasil nas principais competições internacionais, e também com amadores. Esta proximidade ao longo de toda a temporada, com consequente transmissão de know-how e intercâmbio de experiências, certamente irá elevar o nível técnico do esporte no Brasil”, reforça Marcello Artiaga.

Fonte: Assessoria de Imprensa

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.