Por Fora
das Pistas

Notícias

Luiz Carlos Oliveira montando Xaveco Interagro, vencedor da 1ª seletiva; Foto: Ney Messi/Arquivo.

5 de novembro de 2015

Copa do Mundo de Equitação de Trabalho à vista

Brasil será palco, em dezembro, da inédita competição que contará com participação de sete países. A 1ª de duas seletivas para definição de quem vai fazer parte do time verde amarelo aconteceu dias 31/10 e 1º/11 no Centro Hípico de Tatuí (SP).

Com 21 pontos somados nas três provas – Ensino, Maneabilidade e Velocidade -, o cavaleiro Luiz Carlos Oliveira montando Xaveco Interagro, do Haras Santo Ângelo, foi o vencedor da 1ª seletiva para a Copa do Mundo de Equitação de Trabalho. A acirrada disputa contou com 13 conjuntos em pista representando nove diferentes criatórios do Puro Sangue Lusitano.

Veterano na modalidade e com várias conquistas na carreira, Luiz Carlos Oliveira venceu comandando as rédeas de um dos mais premiados cavalos da Equitação de Trabalho, Xaveco Interagro, propriedade de Cleto Monteiro, do Haras Santo Ângelo, e criação das Fazendas Interagro. O conjunto foi campeão na Maneabilidade, ficou em 2º lugar na Velocidade e em 3º na prova de Ensino quando fechou sua apresentação com média final de 68,067%.

Outro veterano, Benedito Torres Macedo foi o vice-campeão da 1ª etapa montando Artemis da Sasa JE, criação da Fazenda Sasa JE com 16 pontos somados.  O cavaleiro do Haras São Benedito venceu no Ensino com média final de 68,867%,  ficou em 2º lugar na Maneabilidade e em 8º na Velocidade.

Criador, cavaleiro e entusiasta da Equitação de Trabalho, Adriano Soares, Haras Monsanto, foi o 3º colocado com 11 pontos. Montando seu próprio cavalo, Centauro dos Sonhos, criação do Haras dos Sonhos, Adriano foi vice na prova de Ensino (68,667%), 4º na Maneabilidade e 13º na Velocidade.

Classificaram-se na sequencia: Rafael da Silva Leme/Bethoven do Castanheiro, 4º lugar (Haras Monsanto); Luciano Alves Pereira/Toureiro do Top, 5º (Haras Tio Sam); Luiz Carlos de Oliveira/Cisne SA, 6º (Haras Santo Ângelo); Rafael Grumann/Vagalume IGS, 7º (Coudelaria dos Damas); Rogério Clementino/Xerife do Top, 8º (Coudelaria Ilha Verde); Luciano dos Anjos/Ulisses do Castanheiro, 9º Castanheiro Agropastoril);  Erivaldo Galvão/Royal Imagem, 10º (Coudelaria Nossa Senhora de Fátima); Rogério Clementino/Principal do Retiro, 11º (Coudelaria Ilha Verde); Vitor Trielli Ávilla/Xantily WR, 12º (Castanheiro Agropastoril) e Daniel Biasini/Barulho HRB em 13º (Haras Bonanza).

Instituída este ano por iniciativa da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano (ABPSL) e Coudelaria do Castanheiro, esta inédita competição da International Working Equitation (WAWE) acontece entre 11 e 13/12 durante o Festival do Cavalo Lusitano de Tatuí, no próprio Centro Hípico de Tatuí (Hípica Centaurus).

A Copa do Mundo de Equitação de Trabalho será realizada a cada dois anos em diferentes países, e o objetivo da competição é fomentar e integrar o esporte e possibilitar o intercâmbio entre competidores. Os atletas estrangeiros não precisam trazer suas montarias, elas são fornecidas pelo país palco da competição e sorteadas entre todos os atletas. Nesta 1ª edição sete países já confirmaram participação.

Fonte: Rute Araújo

  • Compartilhe
  • <