Por Fora
das Pistas

Notícias

31 de outubro de 2015

Condenado por matar cavalo à pancada é o primeiro a ser preso em Espanha

Pela primeira vez em Espanha, uma pessoa vai cumprir pena de prisão por maus tratos sobre animais. O proprietário de um centro equestre foi condenado por matar um cavalo à pancada e a juíza recusou comutar a pena para trabalho comunitário.

Uma “aberração” levou um homem à prisão: a violência com que matou um cavalo, em Maiorca.

O caso ganhou destaque na imprensa espanhola por ser a primeira vez que alguém é condenado por maus tratos.

‘A primeira vez’ em termos efetivos, pois as penas acabavam por ser comutadas em trabalho para a comunidade. Porém, a juíza recusou-se a tal face “à violência inusitada” do arguido sobre o cavalo.

Após ter perdido uma corrida, o homem matou o equídeo à pancada, “fazendo sofrer” o animal.

A morte à pancada, segundo a magistrada, “é uma das que provoca mais angústia e pode não ser imediata, provocando uma agonia”.

Tendo sido “um método brutal dos poucos que existem, uma aberração em pleno século XXI”, e face “à legítima indignação [que o fato provocou] na cidadadia maiorquina”, a juíza não hesitou em condenar o homem a oito meses de prisão. A hipótese de comutar a pena em serviço comunitário “seria garantir de maneira absurda e ilógica o benefício de evitar a prisão”, reforçou.

A magistrada recusou ainda a tese apresentada pela defesa, sustentando que “não existiu qualquer amor ou sequer compaixão pelo animal”, como fora alegado.

Fonte: PT jornal

  • Compartilhe
  • <