Por Fora
das Pistas

Notícias

24 de abril de 2019

Competição de esporte equestre é dividida em duas cidades após liminar proibir modalidade em Avaré/SP

Em 2018, o juiz de Direito Edson Lopes Filho, da 1ª vara Cível de Avaré/SP, deferiu liminar proibindo a modalidade da prova de laço em dupla que seria realizada em um dos maiores eventos de esporte equestre do país. A liminar foi um pedido do MP/SP, que entendeu que esta modalidade constituía maus-tratos contra os animais.

Veja a decisão.

2019

Para evitar um novo conflito na Justiça e não deixar nenhum competidor na mão, a ABQM – Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha, organizadora do evento, resolveu dividir as provas em duas cidades neste ano: em Avaré e em Presidente Prudente com as modalidades das provas de laço.

Por mais que os esportes equestres sejam considerados como patrimônio cultural imaterial do Brasil pela lei 13.364/16, o assunto ainda é envolto de muita polêmica. Se por um lado há a questão da cultura, por outro, há o mote do sofrimento animal e do cuidado com o meio ambiente.

Para explorar o tema, Migalhas esteve presente em um dos maiores eventos de esportes equestres do país, o 29º Congresso Brasileiro da ABQM – Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha.

Fonte: Migalhas

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.