Por Fora
das Pistas

Notícias

Em uma área de 27 hectares, bichos têm a atenção necessária para recuperar a boa saúde Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

24 de maio de 2017

Como são tratados os cavalos encaminhados a abrigo no RS

Faz pouco mais de um mês que Fiapo foi encontrado em uma via pública da zona sul da Capital e levado para o abrigo de animais de grande porte da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), no bairro Lami. Desnutrido, o cavalo era pele e osso quando foi resgatado, não tinha forças nem para ficar em pé. Após 15 dias de cuidados, o ânimo é diferente.

— Agora, fica no pasto, caminha. Entro aqui no campo com o balde de ração e ele já vem — conta Denísio Pires Correa, conhecido como Castelhano por sua origem uruguaia, que cuida do abrigo por meio de um contrato de prestação de serviços com a EPTC até novembro deste ano.

Abandonada em vias da cidade e vítima de maus-tratos, a maioria dos animais de grande porte resgatados pela EPTC é encontrada em condições preocupantes, como magreza extrema decorrente de desnutrição, patas bichadas e corpo machucado.

Fonte: Zero Hora

  • Compartilhe
  • <