Por Fora
das Pistas

Notícias

Os cavalos vão ajudar as praças e parques do Rio a ficarem mais arborizadas após os Jogos imagem: REUTERS/Jeremy Lee

22 de agosto de 2016

Como fezes dos cavalos dos Jogos serão úteis para o Rio

Os Jogos Olímpicos do Rio tiveram como uma de suas principais bandeiras a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente desde a cerimônia de abertura. No Parque Olímpico, o conceito ecologicamente correto também foi empregado em larga escala com ações como a reciclagem de material não orgânico e o reúso da água. A ideia é que alguns desses conceitos fiquem como legado após o fim das competições.

Fezes dos cavalos viram adubo para praças

Os cavalos super premiados que passaram por Deodoro nas competições de hipismo e pentatlo moderno também deixarão um legado para o Rio de Janeiro. A Rio 2016 fez um projeto em parceria com a prefeitura do Rio de Janeiro para transformar as fezes dos animais em adubo que será usado na jardinagem de praças e parques da cidade.

Após as competições, o resíduo formado pelas fezes dos animais junto com a palha é recolhido e passa por um processo chamado compostagem, um tipo de reciclagem do lixo orgânico em que micro-organismos, como fungos e bactérias, são responsáveis pela degradação de matéria orgânica. O material gerado vira um adubo rico em nutrientes que será vendido para a prefeitura.

Fonte: Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Compartilhe
  • <