Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto: Taís Fortes / Folha do Mate

7 de junho de 2017

Cavalos sem supervisão no Parque geram preocupação no RS

O uso do Parque Municipal do Chimarrão como local para deixar cavalos sem supervisão tem gerado preocupação para os responsáveis pelo cuidado e manutenção do local. Segundo o coordenador geral do Parque, Elígio Weschenfelder, o que mais preocupa é a segurança dos usuários do espaço, pois como ele lembra, pessoas de diversas faixas etárias, inclusive crianças, utilizam o local para diversas atividades. ‘A maior preocupação é no sentido de preservar as pessoas que usam o Parque’, afirma.

De acordo com ele, estas situações já ocorrem há anos e, atualmente, cerca de seis cavalos estão no local. Entretanto, Weschenfelder salienta que estes animais não se encontram em estado de abandono, pois os proprietários lhes oferecem alimentação e cuidados. O problema, segundo o coordenador, é eles serem deixados no Parque sem a supervisão do proprietário, oferecendo risco aos frequentadores do local, pois mesmo a soga (corda que normalmente têm presa ao corpo), eles podem se soltar e machucar alguém.

Weschenfelder lembra que a entrada dos animais não é proibida, no entanto, o proprietário deve permanecer com o cavalo e quando for embora levá-lo consigo. O coordenador geral observa que não há registros de acidentes envolvendo os animais e que as notificações para que os proprietários não os deixem sozinhos no local estão sendo feitas como forma de prevenção para que isso não aconteça.

NOTIFICAÇÕES

De acordo com Weschenfelder, três proprietários já foram notificados oficialmente para que os animais sejam retirados do espaço. Destes, um já cumpriu a notificação e os outros dois comprometeram-se no mesmo sentido. O prazo para que isso seja feito é de 90 dias. Após este período, o Município irá tomar as providências legais necessárias. Além destes três, Weschenfelder informa que um proprietário notificado verbalmente tem resistido em tirar o animal, pois alega que o Parque é um local público.

O coordenador do espaço esclarece que a iniciativa não tem o objetivo de ir contra os proprietários de cavalos, mas sim, de garantir a segurança de pessoas que utilizam do Parque. Além disso, ele salienta que estas medidas também estão sendo tomadas para que não se abra precedente e outras pessoas queiram deixar os animais no local sem acompanhamento.

Fonte: Folha do Mate

  • Compartilhe
  • <