Por Fora
das Pistas

Notícias

EPP3GW Wickham, Hampshire, UK. 20th May, 2015. RSPCA keep inspect a young foal. They keep a close watch on the event with the equine vets and police.The Wickham Horse Fair started today. The fair is one of just two major horse-trading events in the country and can trace its history back to the 13th century Credit: Frank Naylor/Alamy Live News

20 de setembro de 2019

Cavalos encontrados morrendo de fome e proprietária é condenada

Uma mulher que mantinha cavalos famintos em um “campo da morte” foi presa e proibida de guardar animais para sempre.

Annette Nally, 50, de Parkwood Lane, Solihull foi considerada culpada de duas acusações de causar sofrimento desnecessário a cavalos e duas acusações de não tomar medidas razoáveis para garantir que as necessidades dos cavalos sob seus cuidados fossem atendidas.
Ela foi condenada a 26 semanas de prisão quando compareceu ao Tribunal de Magistrados de Kidderminster em 6 de setembro, após um julgamento de seis dias.

Na sentença, o juiz Ian Strongman disse que Nally “ganhou uma reputação de resgatar e cuidar de cavalos, principalmente cavalos de corrida e de raça aposentados” e que ela havia trabalhado com instituições de caridade e organizações para fornecer lares seguros e felizes para cavalos negligenciados e aposentados.

Um porta-voz da RSPCA disse que um fazendeiro vizinho compareceu à propriedade de Nally em Stokes Prior em 14 de julho, depois que os cavalos fugiram para sua terra.

Quando o fazendeiro chegou, conduziu os cavalos de volta ao pasto de Nally e percebeu que não havia comida nem água para os cavalos e que eles estavam em péssimas condições. Ele ligou para outro vizinho que, quando ela compareceu, ficou chocado com o que encontrou.

“A calha de água no campo principal estava seca, com o suprimento de água cortado na torneira. A maioria dos cavalos naquele pasto, sob luz solar direta e temperaturas altas.”

O porta-voz da instituição, que compareceu à propriedade no mesmo dia, disse que uma égua e um potro foram encontrados em uma baia e um garanhão chamado Rocky em outra. Um celeiro na propriedade continha quatro cavalos, um dos quais estava morto.

“Os outros três estavam em péssimas condições corporais. Não havia comida ou água e o chão estava sujo de urina e fezes.

“Outro castrado estava em péssimo estado; ele se deteriorou logo depois e morreu. Os outros dois potros, mostraram melhora acentuada so ser alimentado pela RSPCA por 10 dias. ”

O juiz Strongman disse na sentença que a égua encontrada no estábulo era “pele e osso”.

“Ela teve que ser sacrificada dentro de 24 horas e uma necrópsia mostrou que ela havia morrido como resultado de desnutrição. O potro estava em uma condição um pouco melhor, mas estava, de qualquer forma, muito abaixo do peso ”, afirmou.

O juiz acrescentou que ele viu uma foto de Rocky tirada um ano antes.

“Ele mostra em sua glória como um cavalo saudável, atlético e bem cuidado no auge da condição. Ele era da modalidade salto. O mesmo cavalo, em julho de 2018, sob seus cuidados, era literalmente pele e osso em seu estábulo ”, disse ele.

Infelizmente pelas péssimas condições, sem melhora após o resgate, também teve que ser sacrificado.
“O relatório da necrópsia descreve que como ele não tinha gordura no corpo e seus músculos foram usados pelo corpo como alimento para mantê-lo vivo. Nos dois estábulos, o chão estava coberto de urina e fezes. Fedia e havia moscas.”

O juiz Strongman disse que membros do público trouxeram recipientes de água para o local.

A RSPCA compareceu a outros dois locais sob o controle da Nally em Lapworth e Old Green Lane, Solihull.

– Em Lapworth, os oficiais encontraram uma égua e dois potros. Eles estavam sob os cuidados de Nally desde 2017 e no início de 2018 estavam em boas condições. Em 16 de julho de 2018, eles tinham uma condição corporal muito ruim e foram sacrificados a pedido de Nally. Nos laudos de necrópsia descobriram que a condição de cada cavalo era devido à fome “, disse o porta-voz da instituição.

“Na Old Green Lane, quatro cavalos foram vistos com más condições corporais, que precisariam de atenção há muito tempo”. O juiz Strongman disse que os cavalos estão “famintos há semanas”.

“Aqueles que cuidam de animais também têm a responsabilidade legal de procurar tratamento veterinário para animais quando necessário. Nunca é aceitável deixar um animal sofrer.

Nally foi condenada a prisão além de ter que pagar uma sobretaxa de £ 115 por cada animal. O porta-voz da RSPCA disse que Nally está apelando de sua condenação.

Fonte: Horse and Hound/ Crédito: RSPCA foto: ilustrativa

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.