Por Fora
das Pistas

Notícias

Centro Hípico de Pedras Salgadas. Foto: Câmara de Vila Pouca de Aguiar

27 de abril de 2016

Cavalos e cavaleiros reavivam tradição em Pedras Salgadas

Oriundos de Portugal, Espanha, Alemanha, Irlanda, Brasil e Uruguai, duzentos conjuntos (cavaleiro e cavalo) participam no concurso internacional de saltos. A prova reaviva a tradição hípica no conselho de Vila Pouca de Aguiar.

O Centro Hípico de Pedras Salgadas acolhe, de 6 a 8 de Maio, o concurso internacional de saltos, prova que vai reavivar a tradição hípica no conselho de Vila Pouca de Aguiar.

Pedras Salgadas possui uma “forte tradição hípica” e recebeu durante vários anos muitas competições internacionais. Daí a aposta da autarquia na construção de um centro, com escola incluída, que custou cerca de dois milhões de euros.

“O concurso hípico nas Romanas teve sempre um grande prestígio internacional e, agora, com a transformação de um espaço que estava degradado, recuperamos a tradição do hipismo em Pedras Salgadas”, afirma o presidente da Câmara de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado.

A inauguração oficial do centro hípico acontece no arranque do evento e, durante os três dias, serão realizadas 15 provas, seis nacionais e nove internacionais. Os momentos altos do cartaz acontecem no sábado, com Pequeno Grande Prêmio, e no domingo, com Grande Prêmio.

São esperados 200 conjuntos (cavaleiro e cavalo) oriundos de países como Portugal, Espanha, Alemanha, Irlanda, Brasil e Uruguai.

Entre os participantes estão alguns dos principais nomes do hipismo nacional, como Marina Frutuoso de Melo, heptacampeã nacional, e António Vozone, cavaleiro olímpico.

Durante o evento tem lugar uma mostra de produtos associados à equitação e será instalada uma área de alimentação junto ao recinto.

Para o presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado, com as várias dinâmicas do centro hípico é possível “criar riqueza e postos de trabalho” procurando “fixar população e atrair pessoas ao conselho”.

Já o promotor da prova, Eduardo Oliveira (Green Horse), sublinha que Pedras Salgadas tem “um centro hípico magnífico” para um concurso ao nível do melhor que existe em Portugal.

O Centro Hípico de Pedras Salgadas desenvolve atividades como hipoterapia, aulas equestres ou prática de equitação.

É o “primeiro espaço” no Alto Tâmega a desenvolver um projeto de equitação terapêutica com uma equipa constituída por técnicos profissionais de saúde e instrutores de equitação.

O concurso internacional representa um investimento de 70 mil euros e junta, na organização, a Câmara Municipal, a Empreendimentos Hidroelétricos do Alto Tâmega e Barroso (EHATB), a empresa Green Horse, a Federação Equestre Internacional (FEI) e a Federação Equestre Portuguesa (FEP).

Fonte: RR Sapo

  • Compartilhe
  • <