Por Fora
das Pistas

Notícias

Cavalo abanado conhece amigos no novo lar em Petrópolis (Foto: Arquivo pessoal/Anderson Rodrigues)

6 de novembro de 2015

Cavalo ganha novo lar após abandono

A chegada no lar temporário do cavalo que foi abandonado e teve uma mensagem de socorro escrita na barriga foi registrada em Araras, bairro de Petrópolis, na Região Serrana do Rio. De banho tomado e pastando, Pé de Pano Silvar, como foi batizado, já se sente praticamente em casa no primeiro dia na hípica, nesta sexta-feira (30). O vídeo foi feito pelo engenheiro Anderson Rodrigues, que promoveu uma mobilização nas redes sociais pedindo ajuda para o equino.

Após mais de 20 dias na rua, ele foi levado para o curral de apreensão da Guarda Civil, de onde foi transferido na quinta-feira (29). No novo lar, Pé de Pano ganhou tratamento com banho e cuidados com o pêlo da nova cuidadora, Celina da Veiga. Ela será responsável por cuidar do animal até que ele fique saudável possa ser transferido para a casa onde vai ficar de forma definitiva. O animal já aproveitou para conhecer o pasto e os novos amigos.

“Estamos pensando em levá-lo para o sítio de um amigo em Sebollas, em Paraíba do Sul, no Rio, mas estamos estudando a ideia de levá-lo para um haras aqui em Petrópolis, por ser mais fácil para visitá-lo. Estou avaliando o que será melhor para ele também”, contou Anderson, que acabou adotando o equino.

Entenda o caso
O animal foi resgatado no dia 21 de outubro, após o engenheiro iniciar uma mobilização nas redes sociais no dia anterior ao postar a foto do cavalo muito magro com as mensagens de socorro e SOS escritas na barriga. Depois de 20 dias sendo alimentado por moradores de Corrêas, onde foi abandonado, ele foi levado para o curral, mas já havia conquistado novos donos, Celina e Anderson, que tinham se comprometido a cuidar do animal.

Ele passou por exames feitos por uma médica veterinária que se sensibilizou com o caso e, também, quando foi levado para o curral. Os resultados confirmaram que ele não tinha nenhuma doença que pudesse ser transmitida para outros animais e a adoção foi autorizada.

Fonte: G1

  • Compartilhe
  • <