Por Fora
das Pistas

Notícias

®Moises Basallote

6 de março de 2020

Cavaleiro tcheco Ales Opatrny marca o ritmo no GP de Montenmedio

A pista principal de grama em Montenmedio estava de volta em uso após um dia de manutenção e um banho de chuva leve durante a noite. A grama estava tão fresca quanto o primeiro dia do Tour, com um desempenho “extraordinariamente” muito bom, de acordo com o projetista do percurso do Grande Prêmio do CSI4*, Javier Trénor “(Chape).

Contra todas as probabilidades, o GP patrocinado pela Junta de Andalucía provou ser menos complicado do que os cavaleiros pensavam ao reconhecer o percurso. Isso foi ajudado por um ajuste de tempo no início da prova, com o tempo permitido sendo estendido para 77s.

“Eu pensei que a última linha daria aos cavaleiros mais opções para caminhar. No entanto, eles andaram muito facilmente em 5 lances, quando pensei que, dando-lhes 25,5m para a última cerca, alguns cavaleiros dariam 6 passadas. Apesar disso, houve um número surpreendentemente no desempate, 13 no total. ‘Chape’ nos disse que “estou feliz com os resultados, os cavalos saltaram confortavelmente no percurso para uma pista tão grande e fizeram mais facilmente do que eu esperava”.

O  tcheco Ales Opatrny também ficou muito feliz com seu dia, seu tempo foi extremamente rápido com o cavalo de 9 anos, “Forewer”. Ales o conhece muito bem, ele nos disse; “Ele nasceu e foi criado em casa. Forewer saltou muito bem e, embora não fosse uma pista fácil, ele fez isso sem problemas. Ele é um cavalo muito rápido ”.

O japonês, Eiken Sato e o italiano Alberto Zorzi galoparam no desempate com o objetivo de vencer porém foram penalizados. O mesmo não aconteceu com a sueca Angelie Von Essen montando a égua experiente “Cochella”, que ficou em segundo lugar. Em terceiro, Vincent Voorn, com “Diva”, com uma super rodada para esses dois, que são regulares no Sunshine Tour.

O Big Tour C de 1,45m foi realizado na arena de Milton e foi uma prova muito rápida e emocionante de se assistir. Havia 94 participantes e muitos realmente cavalgaram para vencer. Fazendo com que parecesse bastante fácil foi a canadense Rebecca Mcgoldrick,  com “Horatio Van Erpekom”. Ela entrou na pista pouco depois de seu compatriota, Kara Chad, e acabou assumindo a liderança, o que parecia um tempo imbatível, mas no final Kara ficou em segundo lugar no muito veloz “Firefly W”, de propriedade do britânico, Matthew Sampson.

Jessica Hewitt, de 21 anos, estava mais uma vez no topo  e continua sua série de vitórias no Montenmedio. Na última semana ela foi extremamente bem-sucedida e terminou entre os três primeiros praticamente todos os dias em que competiu. Entre as conquistas citamos a vitória no Grande Prêmio do Medium Tour, patrocinado pela La Equina, montando a super égua, “Chilli”. “Ela é uma máquina! Ela é especialmente limpa se tiver uma cerca no chão, a culpa é minha ”. Jessica também foi a vencedora do Tour Médio B de 1,35m, desta vez montando “Hot Bluebird”.

O britânicos mais rápidos na turnê é Kayleigh Watts e no último domingo, montando “Harley”, conquistou a vitória no Big Tour de 1,30m, vencendo o brasileiro Carlos Eduardo Mota Rivas e Mohamed Al Ahrach.

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.