Por Fora
das Pistas

Acontece

Da esquerda para direita Marlon Zanotelli, Pedro Veniss, Pedro Paulo Lacerda, chefe de equipes, Pedro Muylaert e Yuri Mansur no alto do pódio

28 de julho de 2017

Brasil garante inédita vitória na Copa das Nações no International Horse Show, em Hickstead

A equipe brasileira de Salto faturou a Copa das Nações do CSIO5* Longines 109º Royal International Horse Show em Hickstead, Inglaterra, nessa sexta-feira, 28/7. Com Marlon Zanotelli montando Sirene de la Motte, Pedro Veniss com For Felicia, Yuri Mansur e Babylotte, e Pedro Muylaert montando Prince Royal Z MFS, o Brasil conquistou, pela primeira vez, título de campeão do “Troféu Prince Edward of Wales” em Hickstead, totalizando apenas 4 pontos perdidos e batendo sete equipes top mundiais com 10 pontos de vantagem sobre o forte time Holanda, vice-campeão.

Além do difícil percursos, a 1.60 metro, disputado em duas voltas, o mau tempo com chuva e consequentemente piso longe do ideal foram uma dificuldade a mais. Mas com dois duplos zeros de Zanotelli e Veniss, Mansur que fez dois 12 pontos na primeira volta e zerou a segunda, o último integrante da equipe Muylaert que fechou o primeiro percurso com apenas uma falta não precisou nem cumprir o percurso final pois o Brasil já era campeão por antecipação. Sagrou-se vice-campeã da equipe da Holanda, 14 pp, e os times da Suíça e Holanda chegaram empatados em 3º lugar. A Irlanda, 17 pp, fechou em 5º lugar, seguida pela Grã Bretanha, 20 pp, França, 21 pp, Espanha, 51 pp.

Pedro Paulo Lacerda, chefe de equipe do Brasil, tinha motivos de sobra para comemorar. “Estou muito orgulhoso da minha equipe. É a primeira vez que o Brasil vence aqui uma Copa das nações tão importante”, disse Lacerda, durante a coletiva de imprensa. O cavaleiro olímpico brasileiro Veniss endossou as palavras de Lacerda. “Estou muito feliz, acho que todos fizeram um excelente trabalho e como o Pedro Paulo falou é muito especial vencer em Hickstead.”

Mansur comentou a dificuldade no primeiro percurso. “Minha égua realmente vem saltando muito bem esse ano, talvez a Babylotte tenha estranhado o piso na primeira passagem, mas depois ela fez um segundo percurso fantástico”, ponderou o brasileiro. Marlon, que integrou o Time Brasil no Pan 2015 e ficou um bom tempo sem saltar uma Copa das Nações, destacou “é sempre um prazer montar com esses caras, a gente se conhece há tanto tempo!” Finalmente, Muylaert agradeceu os companheiros “nem precisei saltar o último percurso, então só tenho que agradecer a todos, estou feliz demais!”

Agenda A Copa das Nações em Hickstead foi a penúltima etapa da liga europeia da Longines FEI Nations Cup, antes da grande Final em Barcelona, entre 28/9 e 1/10. O Brasil já tem vaga garantida na Final de Barcelona e antes disputa a Copa das Nações, no CSIO Calgary, em Spruce Meadows, no Canadá, entre 6 e 10/9. A escalação da equipe será definida em datas próximas aos eventos.

Campeão Brasil – 4 pontos perdidos (pp)

Marlon Zanotelli / Sirene de la Motte – 0/0
Pedro Veniss / For Felicia – 0/0
Yuri Mansur / Babylotte – 12/0
Pedro Muylaert / Prince Royal Z MFS – 4/não saltou

Vice campeã Holanda – 14 pp

Harrie Smolders / Don VHP Z – 0/0
Gerco Schroeder / Glock´s Cognac Champblanc – 13/12
Ruben Romp / Audi´s Teavanta II CZE – 1/0
Jur Vrieling / VDL Glasgos VH Merelsnest – 13/0

3ª colocada Suíça – 14 pp

Nadja Peter Steiner / Saura de Fondcombe – 0/4
Romain Duguet / Sherezada du Gevaudan = 8/0
Philipp Züger / Casanova F Z – 3/1
Beat Mändli / Dsari – 0/4

3ª colocada Alemanha – 14 pp

Patrick Stühlmeyer / Lacan 2 – 0/4
Claricia Kendra Brinkop / A la Carte NRW – 0/12
Mario Stevens / Baloubet 4 – 4/12
Marcus Ehning / Comme il Faut 5 – 0 pp

Fonte: Imprensa CBH ; foto: Site Oficial

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.