Por Fora
das Pistas

Acontece

GCT Antuérpia; Foto: Stefano Grasso / LGCT

26 de abril de 2015

Bassem sobe para a classificação nº 1 do Ranking GCT. Delestre o vence GP

Bassem Hassan Mohammed avançou para o topo da Ranking Longines Global Champions Tour depois do Grand Prix da Antuérpia. A segunda etapa do Tour na Bélgica despediu-se do campeonato como o jovem cavaleiro do Qatar marcando pontos suficientes para assumir a liderança de Scott Brash que venceu em Miami Beach. Com os olhos no campeonato geral Bassem prometeu: “Eu vou lutar por isso.”

Bassem está em 66 pontos e é seguido de perto por Hans-Dieter Dreher, com 59 pontos, depois de um desempenho alucinante em Antuérpia. Edwina Tops-Alexander foi a terceira no pódio e após saltar sua égua descreveu como um de seus “melhores cavalos de todos os tempos “.

Foi uma noite emocionante com oito dos dez principais cavaleiros do mundo na disputa em Antuérpia com a missão de derrubar o aparentemente invencível Scott Brash, atual campeão Tour, fora do topo do ranking no início da temporada.

Com armação de Luc Musette, as falhas foram espalhadas ao redor do traçado, deixando para fora da segunda volta Steve Guerdat, Scott Brash, Penelope Leprevost, Eric Lamaze e Daniel Deusser.

Doda de Miranda, Constant Van Paesschen, Pius Schwizer e Henrik von Eckermann avançaram com uma falta.

Na segunda rodada Sheikh Ali Al Thani, do Qatar, fez o primeiro double clear, dentro do tempo permitido. Ben Maher, da Grã-Bretanha, teve uma falta no duplo salto, e Christian Ahlmann, com Codex One, também fez zero acompanhado por Hans Dieter Dreher. Edwina Tops-Alexander tambem zerou e avançou para o desempate. Do Egito Karim El Zoghby fechou sem penalidades junto com Simon Delestre e Ryan Des Hayettes.

As apostas eram altas para o vencedor da segunda etapa do GP Longines Global Champions Tour. Então, Sheikh Ali terminou com 10 pontos. Christian Ahlmann parecia um vencedor, mas apesar de uma exibição impressionante, cometeu uma falta.

Edwina Tops-Alexander garantiu um bom desempenho com zero em 40,30. Hans-Dieter assumiu o segundo lugar em 38s74 no formidável Embassy II. Ele desceu uma posição para o último cavaleiro, Simon Delestre, fazendo jus à sua fama de velocidade para conquistar o tempo recorde de 37s96 e um primeiro prêmio de € 99.000.

Doda Miranda, do Brasil, montando AD Rahmannshof’s Bogeno cometeu três faltas na segunda volta e terminou com dezesseis pontos em 18º.

Veja aqui o placar.

 

  • Compartilhe
  • <