Por Fora
das Pistas

Notícias

(dr) Equicise

5 de janeiro de 2020

Aulas de hipismo com simulador de cavalo acontece nos EUA

Equicity é um conceito que alia a equitação ao exercício físico e está a ganhar popularidade nos Estados Unidos. Cada aula com este simulador de cavalo custa 100 dólares.

Um simulador de equitação começa a ganhar uma certa popularidade nos Estados Unidos. É uma espécie de um touro mecânico, com um tamanho semelhante a um cavalo, e que procura mimetizar a experiência verdadeira de andar a cavalo.

Situado no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, o Colleen Reid Dressage é a casa para Simon, o cavalo mecânico responsável por esta experiência bizarra. No entanto, por muito insólito que pareça, há de fato quem pague por aulas de equitação com ele. E estão longe de ser baratas: cada uma custa 100 dólares e dura 30 minutos.

Os alunos usam estas aulas como uma alternativa para se manterem em forma. O conceito chama-se “Equicise”, uma junção entre equitação e exercício físico.

Segundo o OZY, por muito futurista que isto pareça, os simuladores de equitação estão longe de ser uma invenção recente. Foram criados em 1982, inicialmente com a intenção de reabilitar jóqueis. Hoje, já começam a ser utilizadas quase como máquinas de ginásio.

Estados Unidos, Japão, Omã, Canadá e África do Sul são apenas alguns exemplos de países para onde o fenômeno já se espalhou. Aliados à tecnologia, estes simuladores fornecem uma experiência única e fiel à verdadeira. Um ecrã mostra as informações do cavaleiro em tempo real, dando um feedback do seu desempenho.

Cada cavalo como Simon custa sensivelmente 60 mil dólares e a indústria fitness está a adorar de tal forma a ideia que não parece ter problemas em pagar tanto por um simulador de equitação.

As aulas “fornecem um treino de corpo inteiro e beneficiam quem quer fortalecer e tonificar o corpo”, explica a professora de equitação londrina Carol Andrews, criadora do Equicise. Segundo Andrews, as aulas são também ideias para pessoas com deficiências e que tenham medo de cavalos verdadeiros.

Sem os custos inerentes ao sustento de um cavalo verdadeiro, estes cavalos eletrônicos podem revelar-se mais apelativos para muitas pessoas. Embora não ofereçam uma experiência de exercício físico tão enriquecedora como um cavalo real, podem, sem dúvida, ser um forte concorrente nesse mercado.

Fonte: ZAP

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.