Por Fora
das Pistas

Acontece

Artemus e Premix Una Bella 9 HV: dupla campeã (Luis Ruas )

5 de junho de 2017

Artemus de Almeida garante dobradinha no difícil Clássico na Copa São Paulo 2017

O Clássico da 46ª Copa São Paulo disputado na tarde do sábado, 3/6, teve seu desempate na manhã desse domingo, 4/6. Somente três conjuntos entraram em pista para concorrer ao título e não deu outro Artemus de Almeida garantiu a terceira vitória durante a competição.

Montando Premix Una Bella 9 HV, Artemus zerou o desempate em 40s49 e, de quebra, ainda foi vice campeão com MECG Cassilero, um derrube, 39s82. Já o 3º posto ficou com Pedro Henrique Tavora de Matos apresentando Germanico T, dupla que vem de vitória no GP da Quinta da Baroneza em 21/5, uma falta, 40s15.

Completaram o placar da 4ª à 6ª colocação o carioca Pedro Backheuser com JCR Quantico, o paulista Rafael Ribeiro e Brucce Climber, a carioca Anna Paula Nerung de Noronha montando Litchin Xangô, uma derrube, todos com um derrube na primeira passagem, 75s06,75s41 e 75s71.

A interrupção da prova foi de cerca de uma hora devido a saída da ambulância . O percurso armado por Carlos Alberto Raposo Lopes, o Beto, estava difícil e poucos conseguiram cumprir sem faltas a passagem pela tripla combinação. Foram 71 os conjuntos em pista, dentre os quais teve 18 desistências e sete eliminações.

Clássico – 1.40 metro

Campeão Artemus de Almeida / Premix Una Bella 9 HV – FPH – /00/40s49
Vice Artemus de Almeida / MECG Cassilero – FPH – 0/4/39s82
3º Pedro Henrique Tavora de Matos / Germanico T – FPH – 0/4/40s15
4º Pedro Backheuser / JCR Quantico – FEERJ – 4/75s06
5º Rafael Ribeiro / Brucce Climber – FPH – 4/75s41
6º Anna Paula Nerung de Noronha / Litchin Xangô – FGGEE – 4/75s71

Fonte; SHP

  • Compartilhe
  • <