Por Fora
das Pistas

Notícias

26 de fevereiro de 2016

Aprenda as cores da Pelagem dos cavalos

A cor do pelo dos cavalos é determinada por uma combinação de 39 genes, sendo por isso possíveis imensos tons de pelagem. Apesar de todas as associações de criadores insistirem em que a capacidade funcional de movimento e a conformação correta são os aspectos mais importantes num cavalo, a cor é considerado um fator muito relevante em algumas raças.

Alguns cavalos com pintas ou manchas como os Pintos, Paints, Appaloosas Albinos, são muitas vezes considerados “pelagens” em vez de “raças”. A maioria das cores destas raças – pelagens tem origem nos cavalos ibéricos mas, no entanto, já não existem nos Lusitanos e espanhóis modernos. Nos puro sangue árabes, não existe pelagem multicolor, palomina, pampa.

As pelagens típicas são a castanha, a tordilha e alazã.

Sem título

ALAZÃO: vermelho – claro alaranjado.

AZULEGO: azulado, com uma ou outra mancha branca.

BAIO: cor de café com leite fraco.

BAIO CABOS – NEGROS: com pernas, crina e cola pretas.

BAIO ENCERADO: café com leite forte e manchas arredondadas e levemente mais escuras.

BAIO CEBRUNO: café com leite forte e argolas pretas nas quatro patas.

BAIO RUANO: café com leite bem desmaiado e crina e cola brancas.

BRANCO: totalmente branco

BRAGADO: totalmente coberto de manchas brancas, vermelhas ou pretas embaralhas e indefinidas, dando a apar6encia de um buquê de flores.

COLORADO: vermelho.

COLORADO PINHÃO: vermelho carregado, quase encarnado.

DOURADILHO: vermelho bem claro, que brilha quando exposto ao sol

GATEADO: café com leite forte ou marrom fraco.

GATEADO ROSILHO: com pintinhas brancas.

LUBUNO: cinza

MALACARA: geralmente cavalos vermelhos que tiverem, à frente da cabeça, uma mancha vertical, dos olhos até o focinho (outros pêlos que tiverem a mesma macha normalmente não são tratados como Malacara).

MOURO: pequenas pintas brancas sobre o fundo preto.

OVEIRO: manchas grandes, brancas, vermelhas ou pretas, arredondadas.

PAMPA: o cavalo que tiver toda a cabeça branca.

PANGARÉ: café com leite, com barriga e focinho brancos.

PICAÇO: todo preto com qualquer mancha branca e em qualquer lugar.

PRETO: totalmente preto

ROSILHO: pintas brancas sobre o fundo vermelho.

ROSILHO PRATEADO: rosilho, com a anca quase branca.

ROSADO: é como na Serra denominam o Bragado.

RUANO: vermelho claro e crinas e cola brancas.

TOBIANO: faixas largas e bem definidas, brancas e vermelhas ou brancas e pretas, em geral dispostas verticalmente.

TOBIANO ROZILHO: quando as faixas forem rosilhos.

TOBIANO MOURO: quando as faixas forem do pêlo mouro.

TORDILHO: fundo branco com pintas levemente mais escuras de um branco sujo.

TORDILHO NEGRO: fundo branco com pintas de um preto desmaiado.

TORDILHO VINAGRE: fundo branco sob pintas marrons.

TOSTADO: cor de castanha madura.

TOSTADO RUANO: A cor de castanha madura e crinas e cola brancas.

ZAINO: marrom escuro

ZAINO CRUZADO: marrom escuro e duas patas brancas desencontradas.

ZAINO NEGRO: quase preto.

ZAINO PINHÃO: puxado à cor de pinhão maduro.

ZAINO TAPADO: o que não tem qualquer pinta branca.

Alguns animais possuem de 1 a 4 canelas brancas, independente da sua pelagem geral, estes são chamados de “calçados” (gateado calçado da 4 patas, etc.).

Fonte: www.tudosobrecavalos.com

  • Compartilhe
  • <