Por Fora
das Pistas

Notícias

2 de novembro de 2017

Aprenda a lidar com algumas situações de emergência com equinos

Criadores de equinos deparam-se constantemente com problemas que requerem a interferência imediata para salvar a vida de um cavalo. Na maioria das vezes, a presença de um médico veterinário é fundamental, no entanto, sabe-se que, em alguns casos, isso não é possível, ou o veterinário pode demorar a chegar. Dessa forma, é essencial que o criador conheça alguns procedimentos e primeiros socorros, que poderão salvar o cavalo, ou mesmo diminuir seu sofrimento.

Pensando em auxiliar o criador de cavalos, indicaremos o que se deve fazer em situações de emergência enquanto o médico veterinário não chega.

Como aplicar injeções

A aplicação de injeções é comum quando se fala em equinos; ela geralmente é feita pelas vias intramuscular, intravenosa, subcutânea, intradérmica e intra-articular. Para aqueles que não têm conhecimento específico a respeito, indica-se o uso das duas primeiras opções.

Os locais de aplicação da via intramuscular são a tábua do pescoço, a garupa e face interna da coxa. Já para a aplicação pelas vias intravenosas, são as veias jugulares, que se localizam bilateralmente na borda inferior do pescoço, próximo à traqueia.

Como proceder à soroterapia

A realização de soroterapia, em cavalos adultos e potros, merece todo cuidado por parte do pecuarista. Alguns tratamentos de cavalos, e não são poucos, requerem a administração intravenosa de grandes volumes de soro. Em adultos e potros com mais de quatro meses, o local de injeção deve ser a veia jugular, aplicado com agulhas.

Curativos

Os acidentes traumáticos são quase que uma rotina quando se fala em equinos. No caso de corte, devemos lembrar que o objetivo deve ser estancar a hemorragia (quando esta existir) com uma pinça hemostática. A ferida deve ser mantida sempre hidratada com soro fisiológico até a chegada de um veterinário.

Os primeiros cuidados a serem tomados com as feridas dos cavalos são a limpeza diária com iodopovidona, a fim de retirar sujeiras e crostas enrugadas ou soltas. Deve-se combater a bicheira, quando esta ocorrer, retirando-se as larvas com pinça e aplicando éter no local.

Bandagens

Para as bandagens ou ligas, que são muito comuns em edemas e traumatismos de tendões, ligamentos, músculos e ossos, existem alguns cuidados importantes a saber: deve-se aplicar filme plástico ou plástico fino após a massagem com pomada anti-inflamatória; deve-se utilizar proteção com algodão ou faixas de espumas; deve-se usar ligas novas e de boa qualidade; entre outros.

Fisioterapia

É importante que a equipe de tratadores, bem como enfermeiros, estejam cientes de que a primeira providencia pós-trauma, sem lesões de pele, como entorses e distensões, é o uso de gelo, aliás, de muito gelo, por muitas horas, principalmente no dia do trauma. A fisioterapia em cavalos, principalmente os de esporte, vem sendo muito utilizada.

Fonte: Portal Agropecuário

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.