Por Fora
das Pistas

Notícias

28 de dezembro de 2015

Aprenda a avaliar as características funcionais do seu equino

As raças Crioula, Mangalarga Marchador e Campolina tem origem semelhante, animais de porte médio, esta última tem, também, indivíduos de porte maior.

Ao longo do processo de seleção destas raças, os animais selecionados vão adquirindo características que os tornam mais adequados aos trabalhos e provas que estão executando, desde que a seleção esteja correta em cada criação.

Segundo o Veterinário Rivaldo Nunes “O cavalo que está com o pelo brilhante, aspecto vivo, sem manifestar anormalidades nos seus movimentos aparenta estar sadio. Mas somente com exame clínico e laboratorial teremos certeza que ele não está com alguma doença”.

As raças Mangalarga Marchador e Campolina são utilizadas principalmente para provas de marcha, de trabalhos de campo, esportes, cavalgadas e outras atividades. Portanto estes animais tem que apresentar bom andamento marchado natural e serem criados e treinados para desempenharem bem sua função. Serem de boa índole, boa resistência e apresentarem boa resposta aos comandos quando exigidos nos trabalhos e provas.

A raça Crioula é constituída de animais de porte médio, fortes e com aptidão para trabalhos de campo. É utilizada em trabalho de campo, e as provas de seleção são semelhantes aos trabalhos de campo o que auxilia no processo de seleção.

“As raças tem maior ou menor aptidão para determinada atividade, e vem sendo utilizadas nas mais diversas atividades rurais e esportivas, conforme o grau de desempenho que queremos em um determinado cavalo ou raça, assim teremos que utilizar uma raça específica. E dentro de cada plantel ou raça vamos ter animais de desempenho superior perante os demais”, afirma Nunes.

Fonte: Meio Rural

  • Compartilhe
  • <