Por Fora
das Pistas

Acontece

Amanda Derbyshire e Roleta BH. Foto © Sportfot

18 de março de 2019

Amanda Derbyshire e Roleta faturam o Grande Prêmio Horseware Ireland no CSI3* em Wellington, FL. Musa (BRA) em nono lugar

O evento de destaque da décima semana do Winter Equestrian Festival (WEF) foi o $ 134,000 Horseware Ireland Grand Prix CSI 3 * no sábado, 16 de março, e a vitória foi da amazona Amanda Derbyshire ( GBR) com Roulette BH.

Foram 45 inscritos no Grande Prêmio, todos competindo em um percurso desenhado por Michel Vaillancourt do Canadá. Dessas entradas, quatro encontraram o caminho para uma rodada zerada e o desempate.

Em um final apropriado durante o Mês da História da Mulher, quatro mulheres estavam competindo pelo primeiro lugar no Grande Prêmio. Voltando primeiro foi Amy Millar (CAN) montando Truman, um castrado, de 10 anos de idade, por Mylord Carthago * HN x Kolibri de propriedade da Millar Brooke Farm Ltd. Eles estabeleceram um bom ritmo com a importantíssima rodada limpa, em 45,65 segundos, que se manteria em segundo lugar.

“Todos no desempate tiveram a capacidade de ir rapidamente”, disse Millar. “Eu essencialmente tive que ir tão rápido. Devo dizer que achei que ia dar um lance a menos nessas duas linhas quando fiz meu plano. Então isso não dava certo. Eu apenas montei o plano e fiz o zero, e me sinto afortunado por ter terminado em segundo. ”

Millar denominou Truman como um cavalo “completamente para o Canadá”. Ela explicou: “É uma ótima história sobre esse cavalo. Eu comprei ele de Eric Lamaze, e Tiffany [Foster] me ajudou a encontrar o cavalo quando estávamos todos na Europa se preparando para as Olimpíadas do Rio. Eles me venderam o cavalo aos sete anos de idade. Então, no ano passado eu tive um bebê, então meu pai, Ian Millar, treinou o cavalo para mim durante todo o ano passado, fazendo com que chegasse ao nível de 1,50m.”

Em seguida entrou uma mulher conhecida por sua incrível velocidade em saltos. Laura Chapot e Chandon Blue, de Mary Chapot, tiveram um ótimo desempenho no WEF até agora, com seis resultados nos três primeiros lugares, incluindo a vitória de duas estrelas no GP da Dinamarca. Mas não seria mais uma vitória para o conjunto. Quatro faltas em 43,07 segundos. Eles terminaram em terceiro lugar.

Vanessa Mannix (CAN) e seu próprio Valentino d’Elte foram os próximos, mas oito pontos, em 45,47 segundos os levaram ao quarto lugar.

Derbyshire e Roleta BH não só precisaram ser rápidos, mas uma rodada zerada foi necessária. Eles foram capazes de fazer exatamente isso, deixando todos os saltos instactos em um tempo de 44,12 segundos para a vitória.

Derbyshire começou a montar a Roulette BH, um cavalo de 10 anos de Moschino x Michellino, em maio de 2018 e teve que trabalhar com o cavalo “muito, muito forte” pois havia sido montado anteriormente por um homem.

O melhor brasileiro da prova foi Francisco Musa, montando Catch Me Imperio Egipcio: que terminou a primeira rodada com 4 pontos, no tempo de 76s47, em nono lugar.

Resultado: $134,000 Horseware Ireland Grand Prix CSI 3*

1 ROULETTE BH: AMANDA DERBYSHIRE (GBR),: 0/0/44.12

2 TRUMAN: AMY MILLAR (CAN),: 0/0/45.65

3 CHANDON BLUE: LAURA CHAPOT (USA),: 0/4/43.07

4 VALENTINO D’ELTE: VANESSA MANNIX (CAN),: 0/8/45.47

5 KEOKI: DAVID BLAKE (IRL): 1/81.50

6 FAIR PLAY: AIDAN KILLEEN (IRL),: 1/82.50

7 CHARMEUR: SERGIO ALVAREZ MOYA (ESP): 4/75.05

8 VICTOR: TIFFANY FOSTER (CAN),: 4/75.90

9 CATCH ME IMPERIO EGIPCIO: FRANCISCO JOSE MESQUITA MUSA (BRA),: 4/76.47

10 DICAS: MARGIE ENGLE (USA),: 4/77.53

11 DAVIDOFF DE LASSUS: ZOE CONTER (BEL): 4/78.88

12 QUALITY FZ: SPENCER SMITH (USA): 4/79.27

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.