Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto 01: A marcha da raça esteve em destaque na 41ª Expo Nacional. Crédito: Márcio Mitsuishi.

4 de outubro de 2019

41ª Nacional Mangalarga registra balanço positivo

41ª Nacional Mangalarga registra balanço positivo

A Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga registrou balanço positivo em sua quadragésima primeira edição, realizada entre os dias 12 e 21 de setembro, no Parque José Ruy de Lima Azevedo, em São João da Boa Vista (SP). A avaliação é feita por organizadores, jurados e criadores que participaram deste que é considerado o mais importante evento da raça Mangalarga.

“A exposição deste ano mostrou que a qualidade da nossa tropa está em uma evolução muito grande tanto na parte de morfologia como em termos de marcha. Todas as categorias possuíam um número expressivo de animais com condições para sagrarem-se campeões, estava difícil encontrar animais que destoassem negativamente da elevada média dos concorrentes”, destaca Luis Augusto de Camargo Opice, presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM).

O dirigente mangalarguista ressalta ainda que ficou muito satisfeito com o ambiente festivo e amigável em que a exposição transcorreu. “Nós tivemos este ano uma presença muito boa de público, inclusive superando o recorde de visitantes registrado no ano passado. Além disso, tudo transcorreu em um clima muito positivo entre os criadores, com todos alegres e contentes. Este é o verdadeiro espírito da Nacional, que é um evento que vai além da parte zootécnica, proporcionando aos mangalarguistas uma ocasião especial para trocar impressões e estreitar os laços de amizade.”

Já para o criador Carlos Cesar Perez Iembo, um dos Diretores de Exposição da ABCCRM, a avaliação da mostra é bem positiva. “Essa foi a quarta vez consecutiva que a Nacional foi realizada em São João e a cada ano as coisas vão melhorando, porque a gente procura sempre corrigir os erros do ano anterior. Nessa edição, nós tivemos uma quantidade bem expressiva de animais, que superou o ano passado, e também um número bem significativo de expositores, muito maior que o registrado na edição anterior do evento. Isso nos deixa satisfeitos em relação ao trabalho que foi feito no decorrer do ano para chegar até o principal momento da temporada que é a Nacional.”

A exposição é elogiada ainda por Guilherme Pompeu Piza Saad, que também integra a Diretoria de Exposição da ABCCRM. “Do meu ponto de vista, a Nacional esteve maravilhosa. É claro que ocorreram erros e acertos, mas isso é importante para a gente aprender a fazer sempre o melhor tanto para o associado como para o público que prestigia o nosso evento. Vale ressaltar também que tivemos muita gente de fora, inclusive de outras raças, elogiando muito a padronização e a equitação do nosso cavalo, o que nos traz muita alegria, pois mostra que estamos no caminho certo.”

Qualidade em pista

O jurado Diego Rodrigues Vitral, responsável pela avaliação do quesito marcha ao lado de José Rodolfo Brandi, destaca que a qualidade da exposição foi surpreendente. “O nível dos animais estava muito alto, com páreos muito homogêneos e com as classificações sendo feitas no detalhe. Além disso, a gente não pode deixar de elogiar os apresentadores e os técnicos, porque nós ficamos muito surpresos com o temperamento dos animais e sobretudo com a qualidade do adestramento apresentado por eles. Assim, podemos destacar que tivemos em pista a participação de animais realmente completos, com movimento bom e adestramento impecável. Estou realmente muito satisfeito com o nível da marcha nesta exposição. Estão todos de parabéns.”

Para Jorge Eduardo Cavalcante Lucena, jurado responsável pela análise do item morfologia ao lado de Emerson Luiz Bartoli, a exposição foi de forma geral muito boa. “A morfologia este ano estava em um nível crescente, melhor do que no ano passado em todas as faixas etárias, mas principalmente entre os potros puxados. Esses animais normalmente estão em um degrau abaixo, este ano, entretanto, havia potros de muita qualidade.”

Terceiro colocado na tradicional prova do patrão, o criador paraense Edmar Rocha Junior também elogia a 41ª Expo Nacional. “Eu venho de muito longe mas sempre faço questão de participar dessa prova, porque acredito que assim a gente consegue motivar outras pessoas a também participarem. Aliás, eu só tenho coisas boas a falar desta Nacional. A exposição estava sensacional, com a qualidade dos animais melhorando a cada ano e com uma festa muito bonita e super organizada, repleta de muitos amigos. Por isso posso dizer que estou realmente muito satisfeito.”

Presidente da Sociedade Sanjoanense de Esportes Hípicos (SSEH), Jairo Hamilton Domingues ressalta o impacto positivo do evento no município de São João da Boa Vista. “A exposição traz um número significativo de visitantes à cidade, proporcionando uma movimentação econômica bastante grande no comércio local, especialmente em restaurantes, padarias e hotéis.”

Promovida pela ABCCRM, em parceria com a SSEH, a 41ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga contou com a participação de 450 animais, expostos por 120 criatórios das cinco regiões do país. Para obter mais informações, visite o portal www.cavalomangalarga.com.br.

Fonte: Assessor de Imprensa

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.